Passe o mouse na imagem para ver detalhes + Ampliar
NCPC - PROXIMOS DO SEGUNDO ANO 0% 0 Seja o primeiro a avaliar

NCPC - PROXIMOS DO SEGUNDO ANO

  • EDITORA LTR Fabricante: EDITORA LTR
  • Cód: 1077232
BRL de R$ 65,00 45.50 por R$ 45,50 5x de R$ 9,10 sem juros Economize R$ 19,50
Descrição: Autor: FRAGA, RICARDO CARVALHO (COORDENADOR)ISBN: 9788536193984EAN: 9788536193984Edição: 1°2017Página: 128Sinopse: “Hoje, vários dos dispositivos fundamentais foram arredados da CLT, engendrados pela reforma trabalhista, num tempo de muita improvisação e sem um mínimo de discussã... Saiba mais

Descrição Completa

Autor: FRAGA, RICARDO CARVALHO (COORDENADOR)
ISBN: 9788536193984
EAN: 9788536193984
Edição: 1°2017
Página: 128
Sinopse: “Hoje, vários dos dispositivos fundamentais foram arredados da CLT, engendrados pela reforma trabalhista, num tempo de muita improvisação e sem um mínimo de discussão com a sociedade”, no dizer da Presidente do TRT-RS Vania Maria Cunha Mattos, em solenidade de homenagem à Ministra Maria Helena Mallmann.
Os nossos próximos dias, após os dois primeiros anos do Novo Código de Processo Civil e, agora, com a Lei n. 13.467 serão decisivos para a Justiça do Trabalho e para o Direito Social. A sociedade espera de nós coragem sincera e sabedoria intensa, mais do que em outros momentos da história.
Na mesma solenidade, antes mencionada, foi registrado, pela Desembargadora Vania Maria Cunha Mattos, Presidente eleita do Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul para o biênio 2018/2019, em documento, que está nesta coletânea, a íntegra, que:
“Para os que apostam na redução das lides trabalhistas com esta reforma, por igual, o resultado será absolutamente contrário, porque a grande maioria de ações hoje deriva do descumprimento de parcelas rescisórias - 54% - e porque os grandes litigantes – bancos oficiais e privados, multinacionais e o próprio Estado – detém o maior contingente de ações em tramitação na Justiça do Trabalho de todo o país.
E, portanto, é preciso resistir, porque todos aqueles que votaram contra décadas de conquistas mínimas dos trabalhadores, no mínimo terão de responder no futuro. A resistência é o que compete neste momento à digna magistratura trabalhista,


9788536193984