Atendimento | (11) 3292-4592 | (11) 3292-4591 | - Seg. à Sex (exceto feriados) das 09:00 às 17:30

CAASP Shop

Buscar

    MULHERZINHAS

    1223462

    Consultar frete

    Inicialmente considerado um romance infantojuvenil, Mulherzinhas é hoje, para leitores de todas as idades, um romance feminista entre os maiores clássicos da literatura americana.É provável que Louisa May Alcott jamais tenha sonhado em deixar uma marca tão profunda na literatura. Mas foi o que fez essa mulher extraordinária! Abolicionista ferrenha, sufragista, feminista até os ossos em uma sociedade cuja voz da mulher mal passava de um sussurro, ela ousou desafiar as convenções ao decidir viver de sua escrita — entre outros tantos feitos incríveis. Little Women, publicada em 1868, sua obra mais aclamada, foi um enorme sucesso em seu lançamento, a ponto de os leitores escreverem para a autora implorando por mais um pouco das quatro irmãs. E Louisa prontamente os atendeu no ano seguinte, com Good wives. O motivo de tanto encantamento fica claro tão logo conhecemos as irmãs March: quatro garotas cheias de sonhos tentando extrair o melhor de cada dia, numa América assolada pela Guerra Civil e assombrada pela fome. Neste primeiro volume, acompanhamos a vida das filhas de um clérigo que escolheu servir ao país na guerra, fazendo o melhor que podem para distrair a mãe e manter alguma normalidade em casa. É fácil para Meg, a mais velha das quatro, com sua personalidade serena e quase maternal. O oposto acontece com a intempestiva Jo; a aspirante a escritora tem dificuldade para domar seu gênio e não se conforma com a “má sorte” de ter nascido mulher, sendo assim proibida de lutar ao
    Ver mais sobre o produto

    Sobre o produto

    Detalhes

    Autor: ALCOTT, LOUISA MAY
    Editora: EDITORA JOSE OLYMPIO/ GRUPO RECORD
    ISBN: 9788503013741
    EAN: 9788503013741
    Edição:
    Ano Edição: 2020
    Página: 322
    Sinopse: Inicialmente considerado um romance infantojuvenil, Mulherzinhas é hoje, para leitores de todas as idades, um romance feminista entre os maiores clássicos da literatura americana.É provável que Louisa May Alcott jamais tenha sonhado em deixar uma marca tão profunda na literatura. Mas foi o que fez essa mulher extraordinária! Abolicionista ferrenha, sufragista, feminista até os ossos em uma sociedade cuja voz da mulher mal passava de um sussurro, ela ousou desafiar as convenções ao decidir viver de sua escrita — entre outros tantos feitos incríveis. Little Women, publicada em 1868, sua obra mais aclamada, foi um enorme sucesso em seu lançamento, a ponto de os leitores escreverem para a autora implorando por mais um pouco das quatro irmãs. E Louisa prontamente os atendeu no ano seguinte, com Good wives. O motivo de tanto encantamento fica claro tão logo conhecemos as irmãs March: quatro garotas cheias de sonhos tentando extrair o melhor de cada dia, numa América assolada pela Guerra Civil e assombrada pela fome. Neste primeiro volume, acompanhamos a vida das filhas de um clérigo que escolheu servir ao país na guerra, fazendo o melhor que podem para distrair a mãe e manter alguma normalidade em casa. É fácil para Meg, a mais velha das quatro, com sua personalidade serena e quase maternal. O oposto acontece com a intempestiva Jo; a aspirante a escritora tem dificuldade para domar seu gênio e não se conforma com a “má sorte” de ter nascido mulher, sendo assim proibida de lutar ao

    Opinião dos consumidores