Atendimento | (11) 3292-4592 | (11) 3292-4591 | - Seg. à Sex (exceto feriados) das 09:00 às 17:30

CAASP Shop

Buscar

    COLECAO PINHEIRO NETO ADVOGADOS - MEDIACAO NA ADMINISTRACAO PUBLICA BRASILEIRA - O DESENHO INSTITUCIONAL E PROCEDIMENTAL

    1099332

    Consultar frete

    Um conjunto de bens, pessoas e normas moldado nas forjas de um sistema imperativo e unilateral vê-se sentado a uma mesa, em condição de igualdade com todos os demais afetados por um problema, para com eles negociar uma solução conjunta ao problema. Esta é a nova realidade da Administração Pública brasileira, que passa a adotar a mediação como método de resolução de disputas. É também este o cenário em que se insere a presente obra, a qual além de abordar tensões inerentes à introdução de um método diferente de resolução de disputas na cultura jurídico-administrativa brasileira lança as bases do desenho institucional e procedimental da mediação de conflitos da Administração Pública brasileira em seus elementos centrais: tempo, espaço, sujeito e objeto.
    Ver mais sobre o produto

    Sobre o produto

    Detalhes

    Autor: SALVO, SILVIA HELENA PICARELLI GONCALVES JOHONSOM DI
    Editora: EDITORA ALMEDINA
    ISBN: 9788584932757
    EAN: 9788584932757
    Edição:
    Ano Edição: 2018
    Página: 242
    Sinopse: Um conjunto de bens, pessoas e normas moldado nas forjas de um sistema imperativo e unilateral vê-se sentado a uma mesa, em condição de igualdade com todos os demais afetados por um problema, para com eles negociar uma solução conjunta ao problema. Esta é a nova realidade da Administração Pública brasileira, que passa a adotar a mediação como método de resolução de disputas. É também este o cenário em que se insere a presente obra, a qual além de abordar tensões inerentes à introdução de um método diferente de resolução de disputas na cultura jurídico-administrativa brasileira lança as bases do desenho institucional e procedimental da mediação de conflitos da Administração Pública brasileira em seus elementos centrais: tempo, espaço, sujeito e objeto.

    Opinião dos consumidores